terça-feira, 12 de abril de 2011

“ A chuva no deserto é assim...



“ Calor intenso
Noites geladas
Areia por todos os lados
E a vida segue
Apresenta-se ao natural.

Nas areias
Que direcionadas pelo vento
Fazem das Dunas
Uma constante transformação.

Difícil acontecer
Em lugar assim
Mas um dia a chuva vem
Cai mansamente
Nas areias quentes do deserto.

Fazendo deserto parecer
Uma mistura entre realidade
E fantasia.

Chuva que vem
Caindo no deserto
Calor que faz muitas gotas
Não chegarem ao solo.

Mas chuva intensa
O calor da areia
Não consegue resistir
E se entrega
A chuva que vem do céu.

Chuva que se apresenta
Pode ser fina
Ou uma tempestade
Que meus olhos presenciam
Nas areias quentes do deserto.

Assim é a chuva
Como um presente merecido
Um dia chuva que vem
Chuva no deserto
Sempre demora a chegar.