terça-feira, 26 de abril de 2011

“ Fuga da floresta da ilusão...



“ Lugar distante
Que esconde
Mistério e nevoeiro
Fantasia e magia
Sonho e realidade.

Ao me encontrar
Em lugar assim
Tão distante
Nunca foi o que eu queria.

Mas lançado
Entregue ao meu destino
Jogado a minha própria sorte
Me encontro neste lugar.

Devo me libertar 
Deixar que o meu coração
Encontre a liberdade
Consiga fugir deste lugar.

Onde até as flores
São feito sonhos e ilusões
Que se dispensar
Feito fumaça.

Tudo e confuso
Quando coração se quebrar
Quando o amor se despedaçar
E fácil se encontrar perdido
Na floresta da ilusão.

Assim sigo
Procurando encontrar
A saída, uma luz
Preciso fugir
Quem sabe
Em uma fuga alucinante.

Que nunca, ninguém
 Poderia imaginar
E quando bem longe eu estiver
Irei relatar que fugi
 Da floresta da ilusão.

Para viver sem medo do horizonte
Salvei minha vida
Vou recomeçar...