terça-feira, 17 de maio de 2011

“ Sonho que não chega...



“ Quando se navega
Pelos mares da solidão
Tudo fica distante
Todo sonho
Parece não existir.

Coração se esconde
As lágrimas se misturam
Com a água salgada do mar
A vida não acontece
Vive-se em outra realidade.

O que posso fazer
Penso que não há
  Mais solução
Sou um barco perdido
 Pela imensidão do mar.

Melhor e se deixar levar
Pelas águas da ilusão
Quem sabe um dia
Minha história
Se transforme em uma canção
Lançada ao mundo
Pela força de um coração.

Nesta sensação
Que me atormenta 
Vivo perdido
Prisioneiro da solidão.

E quando lanço
 Meu olhar ao horizonte
Todas as tardes
Espero que a vida
Possa me oferecer
Uma nova chance.

Coração solitário
Não percebe
Mas ao seu lado
Seu anjo observa
E com uma voz suave
Direciona a sua boa ação
Ao sofrido coração, dizendo;

“ Coração prisioneiro
E suas lágrimas lançadas ao mar
Um dia será libertado para vida
Alcançará um novo horizonte.

Deixará de ser prisioneiro
E será uma nova história
Coração solitário
Ainda não sabe
Mas em breve será resgatado.

Coração não merece sofrer
Será recompensado
Cada lágrima que caiu
Ganharás em dobro a alegria.

De um abraço amigo
De um sorriso carinhoso
Na beleza do amor
E de estar ao lado do seu grande amor.

Que está chegando
E irá ficar ao seu lado por toda vida
Contemplando ao seu lado
 A beleza do pôr do sol
Pelas tardes de outono.

E até os pássaros
 O vento e o brilho do luar
Estarão ao seu redor
Feito uma obra de arte
Em sua mais completa perfeição.

Representando a história
Do amor que venceu a solidão
Depois de uma grande jornada
Onde o amor e a felicidade
Criaram uma nova realidade.

A beleza de viver
Não para chorar
Mas para amar e compartilhar os sonhos
Que antes pareciam distantes
E hoje se encontram em cada amanhecer.

Ou depois de um abraço ofertado
 Com tanta dedicação
Do seu grande amor
Que chegou como um sonho.

E assim
Não o final desta história
Mas o começo
Acreditando que não se deve
Deixar de acreditar
Que os sonhos acontecem.

E este anjo que lhe fala
Deve partir
Seguindo pelo mundo
Resgatando sonhos perdidos.