quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Rosa sem jardim

Na janela fica todo dia
Sentindo a fria chuva forte
Ou a morna chuva fina.

Ela fica sozinha
Na janela sem jardim
Onde a vida passa a cada dia.

A rosa na janela
Resta esperar
Pelos ventos da primavera
Trazendo paz e alegria
Para não ficar mais sozinha.