sexta-feira, 5 de abril de 2013

Meu amigo cupido

Pequeno anjo
Que é meu amigo
Por quê faz isso comigo?

És responsável
Por flecha perdida
Passam os dias
A noite, o vento e o tempo
E o amor onde está.

Mas entre tantas ilusões
Não vou culpar
Meu amigo cupido
Que é portador do amor.

E assim te lanço um desafio
Para renovar a nossa amizade
Voe pelo mundo e procure
A metade do meu coração
O começo da felicidade
A razão para viver.

E quando a encontrar
Diga a ela em sonhos
Que de coração feliz
Venha ao meu encontro.

E quando passar o tempo
Nossos caminhos irão se cruzar
E o olhar encantado irá brilhar.

Se for amor saberei
Que é culpa do meu
Abençoado amigo cupido.