sexta-feira, 1 de novembro de 2013

A dama esqueceu de mim

Aqui estou(...)
Neste lapso de tempo
Com minha saudade
Buscando na vida
Suave harmonia.

Sei que vida é encanto
Felicidade a gente que faz
O amor acontece como um sonho
Mas como bela flor
Se não regar adormece.

São tantas reflexões
Sobre essas linhas do destino
Que certa vez se encontraram.

E com o passar daqueles dias
Separadas talvez
Nunca mais se encontrem.

Por um momento estou triste
Mas aceito que a vida é assim
Uma grande aventura
Com começo sem pensar no fim.

Respiro profundamente
Acalmo meus pensamentos
E direciono meu olhar
Em meus rabiscos em papel sulfit
E tento terminar o que comecei.

Não culpo a dama
Por ter me esquecido
Minha história é utópica.

Ela é passado
Ainda não sei o futuro
Tudo que tenho é a certeza
Que a bela dama
Ainda mora no mesmo lugar.