sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Terrario dos sonhos

Em dias de solidão
Algo acalma o coração
De um velho senhor
Esquecido por seus entes queridos.

Em um lar de idosos
Entre tantos corações
Pode um simples gesto de arte
Motivar cansado coração.

Como o cuidar de um jardim
Que o perfume das flores faz reviver
Lembranças distantes.

Mas aquele senhor
Tem um hobby
Que alegra os seus dias
Fazendo terrareos.

Que são belos
pequenos jardins
Onde se prende a beleza
Em um micro ecossistema
Que liberta a curiosidade
E a inspiração para esse senhor
Enfim sonhar.

                                    
                                     Rodrigo Marcs