sexta-feira, 13 de julho de 2012

Folhas do tempo


Tudo acontece e permanece
Nos caminhos da vida
Passa o dia
Vem a noite
Sempre rotina.

E neste momento
O que importa
É compreender
O sopro da vida.

No relógio do tempo
Que passa lentamente
Como folhas ao vento.

O que importa
Ação e reação
Em um piscar
Tudo acontece
E termina
Feito a ação do tempo.

  

Eu e minha máquina do tempo

São 16:45 no velho relógio de bolso É inverno em Londres Fria tarde de 1875. Dias que passam sem sol Apenas nuvens vem dançar Carr...