Translate

quarta-feira, 29 de julho de 2015

O escritor apaixonado

Entre as letras se esconde
Na alegria ou na tristeza
Seus pensamentos compartilha.

É sonho que vira realidade
É a realidade que vira fantasia
Chove no amanhecer
Lágrimas caem no entardecer.

Não lamenta o passado
Se encanta pelo futuro
Se lança em viagens nas palavras
A todo instante
Sozinho ou buscando a sua amada.

E quando desatento
O amor lhe encontra
Ou pela Bela é resgatado.

As letras mudam
O coração se conforta
Se aconchega, ao receber um abraço quente.

Nas palavras e em seus rabíscos
O amor chegou
Chuva doce
Doce mel
Beijo doce
Quem sabe um dia lua de mel.

Tudo fica fácil
Letras decoradas, rabiscos
Tudo é perfeito
Corações em cada detalhe
Ao se lembrar de um suave beijo.

Ao escritor apaixonado
Que ainda tem uma história a contar
Agora não mais sozinho.

Enfim arruma suas malas e vai viajar
Ao lado de sua amada
No mar azul da felicidade.




Dedicado a minha Linda, minha doce 
Lara.

sábado, 27 de junho de 2015

Tchau...

Hoje vou sair cedo
Te deixo em sonhos
Me desculpa é seu aniversário
Mas devo partir.

Vou viajar, passar por vilarejos
Por músicos na beira da estrada
Celebrando a alvorada.

Na música lembro de ti
Na poesia que irei te ofertar
Paro por um instante
Para ver o trem passar.

Mas levo comigo
Seu sorriso, não esqueço
Seu beijo, inesquecivel
Seu abraço apertado
Gravado no meu pensamento.

Se uma lágrima cair, não tema
É sinal que um sorriso de felicidade
está prestes a nascer.

Por isso me espera
Fui buscar o seu presente
Tchau, volto no entardecer.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Simplesmente sorriso e olhar

Cai a chuva
Molha o jardim
Ela é encanto
Quando olha para mim.

Já passou mês de março
E as chuvas tambem
Não passa o meu  pensamento
Que sempre voa para ela.

Existe amizade é verdade
Começo de amor
Deus é quem sabe.

No relógio da praça espero
Passa tempo, tic, tac
Parece o meu coração
Que acelerado bate por ela.

E no fim da tarde
No passeio aconteceu
Um beijo inesperado
Por que devo ser condenado?

Ela raptou o meu coração
O que é um inocente
Beijo roubado.

É assim acontece
Amizade vira amor
Sorriso e olhar vira beijo
Para o coração compartilhar.

domingo, 1 de fevereiro de 2015

É bela é lua de mel

Admiráveis lembranças
Que em segundos
Me lançam ao passado.

Depois de uma festa
Com poesia e canção
Brotava o desejo.

Dois corações
Em lua de mel
Uma viagem
Um passeio de balão.

Com coragem partimos
E o frio ao nosso lado
Que separado foi
Por um abraço apertado.

Um beijo nascia
A favor  do vento
Onde o tempo e perfeito
É naturalmente.

Sem ter pressa
Sem paradeiro
Apenas admiravamos
Envolvente passeio.

Vento gelado
Chuva forte
Tempestade tropical.

Aurora boreal
Outrora é mágica
Rabicos encantados
Portais para outras dimensões.

Aventureiros a sonhar
Das alturas admirar
Lagos, montanhas distorções enigmáticas
Névoas e oceanos
Que me pareciam sem fim.

Orcas em velocidade
Reais para muitos!
São monstros marinhos?

Muralhas sem fim
Florestas petrificadas
E o deserto que não se sabe
O que é real ou miragem
Ate um oásis no meio do nada.

Inesqueciveis lembranças
A cada momento
Ínumeras histórias a contar.

60 anos de aventura
Ate a eternidade
Enfim chegar.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Eterno jardim

Já despertas
Neste amanhecer
Com vento suave
Que vem balançar a janela.

Distantes do mundo
Entre campos floridos
Lagoas e montanhas
Vivo com ela
Admirável sonho.

Flores rodeiam
A velha casa de madeira
Gotas finas de orvalho
Tocam a tua face.

Brilha seu sorriso
Se mistura aos raios de sol
Rosas, Tulipas
Orquídeas e Jasmin.

Tudo fica mais belo
Se você está por perto
E não me encomoda
A mão na terra tocar.

Ao seu lado
Cada segundo
Se faz especial.

Ao cair a chuva
Como presente
Gotas de vida deixar cair.

Ficarei ainda mais feliz
Em cuidar ao seu lado
De nosso eterno jardim.

Um lápis, um sorriso

Te admiro Lhe faço declarações Desenho jardins. Campos floridos E você a dançar Entre as folhas. Um sorriso Um lápis Um sonho Nossa...