Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

“ O sonho e o vento...

“ Sonho pode acontecer Vem ao meu encontro Surge naturalmente Como vento vem.
De forma tão especial Em igualdade Sonho e o vento Se parecem.
Um sonho aparece Em noites agradáveis Sonho bom, deixa acontecer Assim como o vento Que é natural Sonho bom é assim natural.
Vou seguir pela vida Vou sonhar sonho bom Vento bate ao meu encontro Como é bom sonhar.
Ao sentir suave vento Feliz, me lembro de sonho.
Como é bom escrever A doce história Entre o sonho e o vento.

" O sonho e o vento...

" O canário e uma suave canção...

“ Pássaro livre Coração valente Voando entre as nuvens Em alegria contagiante.
Em sua simplicidade Certo dia  Ouviu linda canção De lugar distante A Música lhe encantou.
Canário livre Aproximou-se E ao galho seco Entre as folhas Pássaro foi descansar.
Admirado por bela música Ficou a procurar Para saber de onde vinha Aquela suave melodia.
E assim colocou-se a procurar Pequeno pássaro Pulando de galho em galho Encontrou a razão de seu encanto.
Uma linda jovem Alma iluminada Coração puro Ao piano tocava Comovente melodia.
Pássaro encantado Pela jovem Seguiu em sua direção.
Chegando a janela Canário foi fazer companhia Aos pássaros que assim como ele Ficavam admirando Doce canção.
Jovem sonhadora

“ Um abraço, amigo distante...

“ Quando nos conhecemos Em um dia natural Amizade nasceu assim Verdadeira, compartilhada.
Chorávamos e sorriamos Estávamos sempre por perto Mas um dia Cada um seguiu seu destino Amizade não terminou Apenas se mantém a distância.
Entre mensagens Compartilhadas Abraços e beijos Voam pelo ar.
Que quando chega E nos encontra O dia se torna mais iluminado.
Ao lembrar de amigo assim Que guardamos no coração Parecendo está sempre  Ao nosso lado.
Para assim Ao receber recado distante Sempre poder dizer Desejar e escrever... Um abraço, amigo distante.

" Um abraço, amigo distante...

“Alma de Guerreiro...

“ És abençoado Anjo guerreiro Viveu pelo amor Viveu pelo povo.
Em sua simplicidade Anjo guerreiro Se fez presente.
Não há como Não admirar Anjo assim.
Guerreiro Lutou pela vida Conquistou grandes amizades Ninguém poderá dizer Que em tua ultima batalha Perdeu para vida.
Não foi derrotado Foi abençoado por Deus Em ter deixado a todo povo Que a luta deve sempre continuar.
É difícil mais é assim Que se deve viver.
“Homenagem aos heróis brasileiros Que partiram para a eternidade”

" Alma de Guerreiro...

“ Sonho bom, vem dançar comigo...

“ Em noite iluminada Na beleza de vida encantada Em uma festa animada Vi-te pela primeira vez.
Olhos em brasa Direcionadas ao meu olhar Aquecia meu coração
No balanço de seus cabelos Meu coração sentia Que algo especial Estava acontecendo.
O que poderia fazer Um convite fui te entregar Vem meu destino me apresente Anjo especial que meus olhos Não consegue desviar.
Olhos encantados Doce princesa

" Sonho camponês...

“ Homem pai de família Trabalhador procura Seu sustento.
Família camponesa Não acredita Apenas em sonhos Mas no seu dia a dia.
Homem trabalhador Camponês busca Um novo dia.
Na terra planta a semente Para com suor derramado Tirar seu sustento Seu pão de cada dia.
Olhos cansados Aparência maltratada Face perdida E sol do meio dia.
Olhando ao céu Há espera pela chuva A esperança de uma safra boa É assim a vida de um camponês.
E no final de tarde Existe um momento De alegria camponesa.
Família reunida para a noite admirar Estrelas piscando Parecendo pequenos vaga lumes.
Para no final da noite Que para camponês É a hora que  O corpo pede descanso.
Adorcemendo camponês  vai se deitar Amanhã é um novo dia <

“ Me de a mão anjo...

“ Quando nesta vida Eu precisar de você Esteja por perto.
Quando eu sorrir Pela alegria é felicidade Esteja comigo.
Quando eu chorar Pelas dificuldades da vida Segue ao meu lado.
Quando chegar o meu fim Sei que vai estar comigo.
Pela vida seguindo ao meu lado E mais que um amigo Que bom que tenho você.
Segue comigo Me de a mão anjo amigo Vamos voar...
" Me de a mão anjo...

“ Olhos do mar...

“ Em fim de tarde Caminhando pela praia Lanço meu olhar Na imensidão do mar.
Distante me jogo Olhar perdido Viaja além das ondas.
Ao molhar os pés Pelas ondas do mar Salgada água Parece lágrimas Derramadas pelo mundo.
Sento na areia Em rabiscos Fazendo desenhos distorcidos Que não me levam a lugar nenhum.
Volto-me Meu olhar de volta ao mar Deixo me levar pelas ondas azuis.
Que no entardecer Perdem-se com meu olhar Que nasceram para ser como Olhos do mar.

" Olhos do mar...