Translate

quinta-feira, 31 de março de 2011

" O canário e uma suave canção...


  
“ Pássaro livre
Coração valente
Voando entre as nuvens
Em alegria contagiante.

Em sua simplicidade
Certo dia 
Ouviu linda canção
De lugar distante
A Música lhe encantou.

Canário livre
Aproximou-se
E ao galho seco
Entre as folhas  
Pássaro foi descansar.

Admirado por bela música
Ficou a procurar
Para saber de onde vinha
Aquela suave melodia.

E assim colocou-se a procurar
Pequeno pássaro
Pulando de galho em galho
Encontrou a razão de seu encanto.

Uma linda jovem
Alma iluminada
Coração puro  
Ao piano tocava
Comovente melodia.

Pássaro encantado
Pela jovem
 Seguiu em sua direção.

Chegando a janela
Canário foi fazer companhia
Aos pássaros que assim como ele
Ficavam admirando
Doce canção.

Jovem sonhadora
Olhar de diamante
 Percebendo os pássaros
E o pequeno canário
Sorriu de alegria  
E continuou em sua suave canção.

É assim canário seguiu por perto
Por horas admirava
Por meses não se cansava
Por anos a jovem 
Pequeno pássaro
 Nunca abandonava.

Até que, um dia
O som para o pequeno pássaro
 Terminou...

Onde estava doce canção
Que canário sempre ouvia
Coração jovem e sua doce melodia
Avinham  partido para o céu.

Pássaro solitário ficou
Difícil e aceitar
Em ter que ficar longe
De sua grande amiga.

Mas teve que viver
Sem suave melodia
Não foi fácil
Mas seguiu seu caminho.

Ate o fim de seus dias
Seguiu sem melodia
Felicidade que sentiu
 Foi como um sonho
Que pássaro nunca mais sonhou.

E no final de sua história
Pequeno canário
Por ser abençoado
 Embora em sua vida
Sofresse em tantas angustias
Uma honra ele ganhou.

Honra merecida
De voar entre anjos
E pelo céu...assim
Reencontro aconteceu.

 Canário novamente
Podia admirar  
Àquela suave canção.

Pássaro não imaginava
Que um dia
 Voltaria a ouvi-la.

Aquela jovem 
Que ao piano tocava
 E que havia partido cedo demais
Do mesmo jeito
Coração jovem
Olhos de diamante.

É assim que canário se lembrava
E foi assim que ele a reencontrou.

Jovem agora
 Ganhaste asas
Era um anjo
E sua canção.

Pássaro então se aproximou
Encostou bem pertinho
Do anjo e sua doce canção.

E em pensamento podia conversar
Mas não conseguia
Lágrimas corriam
Molhando seu pequeno bico
E jovem anjo por um momento
Interrompeu sua canção
E ao pequeno pássaro
Dedicou sua atenção.

Pássaro então
Já podia dizer
Em pensamento para sua amiga
Que agora era anjo.

“Estou feliz
Em te ouvir novamente
Foi difícil viver sem sua companhia
E sua suave canção
Alegraste minha vida
Nos momentos em que te observava
Fiquei triste quando partiste
Mas agora voltei a sonhar
Estou ao seu lado
Já posso descansar.


Anjo sorriu
E dedicou mais uma canção
Ao seu pequeno amigo.

E assim ficou ao seu lado
Para a eternidade
E a história do canário e uma canção
Foi assim que terminou...


Um lápis, um sorriso

Te admiro Lhe faço declarações Desenho jardins. Campos floridos E você a dançar Entre as folhas. Um sorriso Um lápis Um sonho Nossa...