terça-feira, 29 de março de 2011

“ Olhos do mar...


  
“ Em fim de tarde
Caminhando pela praia
Lanço meu olhar
Na imensidão do mar.

Distante me jogo
Olhar perdido
Viaja além das ondas.

Ao molhar os pés
Pelas ondas do mar
Salgada água
Parece lágrimas
Derramadas pelo mundo.

Sento na areia
Em rabiscos  
Fazendo desenhos distorcidos
Que não me levam a lugar nenhum.

Volto-me
Meu olhar de volta ao mar
Deixo me levar pelas ondas azuis.

Que no entardecer
Perdem-se com meu olhar
Que nasceram para ser como
Olhos do mar.


É bela Tarde

Corre o dia Como o rio que não volta A tarde que enfim chega Vem trazendo doçura. Um café da tarde Um chá tailandês  Uma velho...