Translate

quinta-feira, 10 de março de 2011

“Uma rua na vila jatobá...



“Lembro de minha infância
Ao falar sobre a vila jatobá
Crianças correndo por todos os lados
Onde eu era mais uma.

No meio de tanta animação
Em ruas sem calçada
Estradas de chão batido
Carroças pareciam  carruagens
Na imaginação desta criança.

E assim este passado
Que hoje percebo
Ter ficado apenas em meu coração.

Hoje em dia passo pela rua
Na vila jatobá
Não vejo as mudanças
Da modernidade
Mas do passado
Embora sei que estejam lá.

Ruas cobertas pela massa do asfalto
Casas de tijolo e prédios cada vez mais altos
As casa que antes eram de madeira
Agora ficaram em minhas lembranças.

Ou na casa de um ultimo antigo morador
Que ainda guarda em fotos
 A doce lembrança desta criança
Que hoje embora aparenta
Não ser mais uma criança
Ainda sonha em noites tranqüilas
  Das brincadeiras de criança
que aconteciam na rua da vila jatobá.
Vou sonhar........


Um lápis, um sorriso

Te admiro Lhe faço declarações Desenho jardins. Campos floridos E você a dançar Entre as folhas. Um sorriso Um lápis Um sonho Nossa...