Translate

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Um segundo em poesia



Em um segundo
Vou comprimir o tempo
Não sou o dono da verdade
Não sou o Deus do tempo.

Sou aquele que escreve
E deixa a poesia acontecer
Quando chega na noite
Parando no pensamento.

E em um segundo
Com as letras faço nascer
Meu universo paralelo
Onde a poesia é doçura e reflexão.

Gota de orvalho é de cristal
E a realidade é apenas fantasia
Em um segundo em poesia
Que apenas existe no meu coração.
                  


Imagem;  Relógio da cidade por Vera Kratochvil

Chuva...faz tempo



Fazia tempo que não sentia
A sensação da chuva fina
Que renova minha alma
Quando chega no amanhecer.

Detalhes preciosos
São as pequenas gotas no telhado
Cada batida misturada ao vento
Até passear pelo vidro da janela.

Chuva no amanhecer
Que traz um novo tempo
Fazendo cantar os pássaros
E a brotar os campos secos.

Vou até a janela
Deixar meus olhos se encantar
Hoje volto a sorrir
E a sentir a vida
Ao reencontrar a chuva
Que a tempo não via. 




                 Imagem; Homem e guarda-chuva por Jiri Hodan

Um lápis, um sorriso

Te admiro Lhe faço declarações Desenho jardins. Campos floridos E você a dançar Entre as folhas. Um sorriso Um lápis Um sonho Nossa...