quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

O viajante dos sonhos em; Valorizar os que amamos.

"Dizem que em pensamento se pode conhecer o Mundo
Sendo assim, de um simples relato.
Envolvo-me em pensamentos
E narro fato imaginário
Como uma grande viagem
Para dizer o seguinte fato
Que agora, em palavras irei relatar.
Certa vez, em minhas viagens pelo mundo
Ao encontrar um lugar de tranqüilidade
Um senhor avançado na idade, me chamou a atenção.
Parei para ouvi-lo, e ele a me falar, analisou  sua existência”
Seguiu-se a lamentar
"Jovem, eu perdido em minhas lembranças.
Às vezes paro para pensar
No tempo que passou
E percebo a vida se esvaindo
Como brisa a se evaporar
Pelo calor do sol
Em um amanhecer com raios dourados
Decepção quis me acompanhar
Laços familiares me seguem pela vida
Mas são somente lembranças
Pois esquecido aqui estou
Histórias contadas e recontadas
Já não me fazem sonhar.
Quem diria que um dia
Um jovem sonhador
Tornar-se-ia, em um recanto.
Somente o que restou de uma vida
O que basta a mim e esperar
 E se a vida não me quer
Com alegria, já não posso contar.
Lembranças me fazem perceber
Que vivi por desilusão de um destino
Traiçoeiro que me colocou
Em tardes a observar o que me restou
Um por do sol nevoado
E o que me espera pelo amanhecer".
Terminado este lamento
Fui para hotel, a qual me encontrava.
E deitado em minha cama
Fiz-me analisar que
Se não existir, alegria, amigos o amor.
No final de uma vida só existira decepção.
E assim adormeci para que no amanhecer
Em minha viagem eu possa seguir
Para encontrar minha felicidade
Para encontrar meu destino
Mas já tenho um bem adquirido
A amizade, o carinho a dedicação.
Das pessoas que estão ao meu redor
Estando por perto ou longe
Sequem comigo em minha viagem pela vida
Pelo mundo a qual o meu destino iluminado me conduz.

É bela Tarde

Corre o dia Como o rio que não volta A tarde que enfim chega Vem trazendo doçura. Um café da tarde Um chá tailandês  Uma velho...