Translate

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Em fim de tarde, parei para pensar...

Parei para pensar
Pensei em pássaros
E os vi sobrevoar o lago
Entre os raios alaranjados do entardecer.

Pensei em borboletas
E elas apareceram para mim
Pensei em flores
E admirei uma bela familia
Com crianças a correr e a pular
Que alegria, feliz família!

E nesse entardecer de outono
Parei para pensar...pensei...pensei...pensei!
Na felicidade.

E acreditem!
Foi nesse momento
Que o meu telefone tocou
E do outro lado eu ouvi suave voz
"Querido pai eu estou voltando para casa"

Eu nada disse...apenas em soluços
Deixei a felicidade me abraçar
Ao saber que minha pequena
Que para os meus abraços, enfim iria voltar.





Em fim de tarde, parei para pensar...

domingo, 7 de janeiro de 2018

O diário estelar

Assim escrevo
Rabisco e desenho
Estrelas e constelações.

Pelas noites lancei meu olhar
Na imensidão do céu brilhante
Queria contar estrelas
Mas são tantas.

Em meu diário
Registro rabiscos no céu
Estrelas cadentes
E a aurora boreal.

Fazendo mapas celestiais
Quem sabe?
Um dia eu por lá
Possa navegar.

Relatos sinceros
De um observador e admirador
Da imensidão noturna.

Tesouros que guardo
Em cada anotação
No meu diário estelar.

Sonhos de escritor

Pedi aos Deuses
Sonhos fraternos
De felicidades
E estrelas cadentes.

De um sorriso na chuva
Um abraço apertado
De um amigo distante
Dizendo que conta comigo.

De um jardim nevoado
Com rabisco de sol
No velho diário.

Fagulha de sonho
Que vira realidade
Ao deslizar a caneta de pena
No velho papel amassado.

São letras e sonhos
Que acontecem
Quando o escritor sonha.

sábado, 6 de janeiro de 2018

O pingente azul

Passaram se muitos anos
Talvez não se lembre de mim
Aquele amigo de infância
Que sempre lhe fazia sorrir.

Brincadeiras inocentes
Banho de chuva
Passeios de bicicleta
Fazendo Rally em poças de lama.

O tempo passou
A gente mudou
Perdi o seu contato
Me levaram para distante de ti.

E verdade conheci o mundo
Lugares fantásticos
Entardecer e amanhecer
Cada um sempre
Me fazia lembrar de você.

A vida seguiu
Construi minha familia
E você, espero que tenha sido feliz.

O vento levou o tempo
E a minha mocidade
Mas, a vida sempre surprende
E certa vez, ao voltar pra nossa cidade
Onde certa vez lhe conheci.

A casa era mesma
O quintal o mesmo
Mas o tempo apagou as cores
Mas talvez, e espero
Guarde um amor de infância.

Toco a campainha
A porta abre
Uma jovem me atende.

Pergunto por você
Ela me diz.....ela partiu!
Onde está?
No jardim do entardecer.

Sem palavras sigo
Pensando, pensando, lamentando
Esperei tempo de mais, sou culpado.

Ao entrar no local
Onde ela está...

É grande a minha surpresa
Do lado daquela caixa de concreto
É você, mas como!

Lhe chamo pelo nome
É você! Se vira
E sorri pra mim
Me Abraça e digo
Que senti tanta saudade de você.

Lhe entrego o presente
Que a tempo guardava
Para esse momento.

O pingente....
Com um pedaço de turmalina azul.

Contamos histórias
Lembramos o passado
Enfim nos declaramos
Foi bom voltar e lhe encontrar.

Mas como todo sonho acaba
Despertei.....ainda sou jovem
Morando ao lado de sua casa.

Na minha mão
O pingente azul
E entendi que o destino
Me deu uma nova chance.

De correr ate seu olhar
E lhe entregar esse presente
E declarar o meu amor
Para viver a seu lado
A mais incrível história de amor.



segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Chuvas de Janeiro em um distante chale

Abra os olhos
Contemple o amanhecer
Um novo dia
Um ano novo.
Vem com chuva
Água morna
A despertar as flores do jardim
A esperar o beijo delicado
De um jovem beija flor.
Eu e ela neste amanhecer
A chuva, as flores
Um café quente
Em nosso recanto
Um distante chale.
Ao lado dela
Nesse novo ano
Um sorriso vira cafuné
Um beijo um abraço
Está tudo bem.
E pela janela cai a chuva
É janeiro no distante chale
Onde mora o escritor
E sua querida felicidade.

sábado, 30 de dezembro de 2017

Dom de encantar

Ao artista o Dom
De fazer de um abraço
Um sorriso.

De um carinho
Uma canção
De um bom dia!
Uma declaração de amor.

Ao artista da vida
Que desenha a chuva
A molhar o jardim.

Ao artista ao fotografar
Um pedido de casamento
De um apaixonado casal.

Ao artista que escreve
Histórias com letras mágicas
Faz o sonho virar realidade
Com a poesia, a música ou imagem.

Ao artista que faz acontecer
Que sempre chega no amanhecer
E parte no entardecer.

Em direção aos corações
Que esperam por sua magia
De encanto e felicidade.

Ao artista e seu Dom
Obrigado!!!

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Um lápis, um sorriso

Te admiro
Lhe faço declarações
Desenho jardins.

Campos floridos
E você a dançar
Entre as folhas.

Um sorriso
Um lápis
Um sonho
Nossa história.

Lhe dedico letras
Lágrimas de alegria
Lhe desejo amor
E espero seu sorriso
Que feito a lápis
Me faz lembrar de você.

Em fim de tarde, parei para pensar...

Parei para pensar Pensei em pássaros E os vi sobrevoar o lago Entre os raios alaranjados do entardecer. Pensei em borboletas E elas a...