sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Pagína Azul

Desenho e poesia
É o meu brincar
Com as palavras
E desenhos ao ar livre.

As cores inventadas
As palavras garimpadas
Desenhos rabiscados
E vento veloz nas palavras.

Delicadas pinceladas
Arte que se revela
No meu desenhar
Que vira poesia
No meu brincar.

Desenho e poesia
Que se completa
Na paisagem e entardecer.

É um desenho
Em uma página azul
Que representa
O meu sonhar.

Eu e minha máquina do tempo

São 16:45 no velho relógio de bolso É inverno em Londres Fria tarde de 1875. Dias que passam sem sol Apenas nuvens vem dançar Carr...