quarta-feira, 23 de março de 2011

“ 3 Rosas e um Beija-flor...


"Rosas vermelhas, amarelas
Ou mesmo brancas, cor da paz
Vivendo pelo jardim, multiplicando
Em beleza a doçura do amanhecer.

Feito gotas de orvalho
Seria impossível pensar em desarmonia
Observando tanta beleza
Nos meio de três lindas rosas
Segue o seguinte relato.

Em jardim repleto
 De beleza e doçura
Jamais se poderia imaginar
 Em possível desarmonia.

Mas nem tudo pode ter harmonia
Vejam só como pode
A visita de um Beija-flor
Deixar um jardim
Feito um desacordo de emoções.

Beija-flor não encolhe
Qual bela flor ira visitar
Apenas se apresenta e um doce beijo
Oferece com amor.

Mas tem horas
Que Beija-flor  
Sem querer esquece
Uma das rosas.
E assim causa desarmonia
Nas três rosas
Que vivem neste jardim.

Se for possível saber
Qual das Belas
Para o Beija-flor
E a mais preferida.

E melhor deixar que Beija-flor
Responda no dia
Que retornar
Em sua visita no amanhecer.

Talvez nem passe pelo pensamento
De Beija-flor
Que exista neste jardim
Uma possível desarmonia.

Beija-flor não quer fazer chorar
Apenas quer entregar um doce beijo
Apenas quer beijar lindas flores
Que vivem neste jardim.

É bela Tarde

Corre o dia Como o rio que não volta A tarde que enfim chega Vem trazendo doçura. Um café da tarde Um chá tailandês  Uma velho...