terça-feira, 15 de março de 2011

"O barco no mar sem fim...


“No final de mais um dia
Ou pelo amanhecer nevoado
O barco segue seu destino
Em direção a um sonho perdido.

Que de dia ou de noite
Faz a sua obrigação
Este barco segue assim
Na imensidão do mar sem fim.

Passando por dificuldades
Enfrentando tempestades
Segue seu destino
Às vezes acreditando
Que não irá retornar.

Temendo se poderá
Ficar perdido
Mergulhado no fundo do mar.

Mas em dia abençoado
 esperança começa a nascer
Ao resgatar sentimentos perdidos
Que em seu caminho
Barco possa encontrar.

Percebendo sua razão
Percebendo seu caminho
Neste mar que é feito um sonho
Ou estradas do destino.

Queria ser assim
Feito um barco no mar sem fim
Enfrentando o que o destino oferecer
Para no final poder dizer 
Que tudo valeu a pena.

Assim serei na minha vida
Viajante pelo mar
Meu destino e salvar
E resgatar os corações perdidos.

Que em meu caminho
 Eu possa encontrar
Percebendo que o meu destino
E ser feito um barco solto no mar.

Que segue
Buscando ser feliz
Para seu sonho perdido encontrar.

Nesta viagem pelo mar
Barco segue seu caminho
De esperar por mais um dia
Assim como vou seguindo.

De dia ou de noite
Assim feito um barco 
Na imensidão do mar sem fim.








             “ O barco no mar sem fim...

Eu e minha máquina do tempo

São 16:45 no velho relógio de bolso É inverno em Londres Fria tarde de 1875. Dias que passam sem sol Apenas nuvens vem dançar Carr...