Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Sempre inverno

Na janela está a bela dama
Com seu manto e seu olhar
Que lançado em fim de tarde
Busca a direção em horizonte escarlate.Espera na noite
Um momento de paz
O brilho do luar
Ou o rabiscar de estrelas cadentes.Vivo em seus pensamentos
Sou prisioneiro do seu coração
Navegando entre as estações da vida
No mar de lágrimas que caem no chão.E quando chegar uma nova estacão
O vento frio avisará
Sobre o inverno.Espero que seu coracão se liberte
E assim  me liberte
Para que não seja sempre inverno
Para que não sofra
O frio da solidão.