Translate

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Rosa sem jardim

Na janela fica todo dia
Sentindo a fria chuva forte
Ou a morna chuva fina.

Ela fica sozinha
Na janela sem jardim
Onde a vida passa a cada dia.

A rosa na janela
Resta esperar
Pelos ventos da primavera
Trazendo paz e alegria
Para não ficar mais sozinha.

                  

Um lápis, um sorriso

Te admiro Lhe faço declarações Desenho jardins. Campos floridos E você a dançar Entre as folhas. Um sorriso Um lápis Um sonho Nossa...