quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Quando sonhar




 Em noite de paz
Ao olhar pela janela
Verá o rabiscar no céu
De estrelas cadentes.

Que todos já sabem
Que uma delas certa vez
Caiu no seu jardim.

 E entre os encantos da noite
Quando se lançar em seu sonho
Deixará as lágrimas da ilusão
Não mais te tocar.

E ao passear por infinitos jardins
 Ganhará asas
Para tocar nuvens celestes
Entre montanhas encantadas
Iluminadas pela estrela do amanhecer.

Sonho especial
Que a seu olhar encanta
Fazendo sua alma iluminar
Neste sonho
Feito reflexo de paraíso.

Ao despertar
Perceberá a simplicidade
Que o sonhar é o desejo de conquistar
Dias melhores e o caminho da felicidade
Que sempre aparecem
Quando chegar o doce sonhar.







Estrelas por Luis Robles



É bela Tarde

Corre o dia Como o rio que não volta A tarde que enfim chega Vem trazendo doçura. Um café da tarde Um chá tailandês  Uma velho...