Pular para o conteúdo principal

Lembranças em um relógio de bolso

Hoje ao abrir a velha gaveta
Percebi esquecido
Em poeira o velho relógio de bolso.

Que já não funciona há muito tempo
Parado marcava
6:46.

No entardecer
Foi quando você partiu
E como uma estrela azul
Foi brilhar no céu.

Por anos lamentei
Sem entender
Em lágrimas
Busquei culpados.

Eu não sabia!
Até hoje!
Ao resgatar velho relógio de bolso.

Ao abri-lo
Estava o nosso retrato
Foi difícil, mas entendi.

Que ficar sem você
Era necessário para aprender o verdadeiro significado
O que é o verdadeiro amor?

Sentimento que não morre
Ao fechar os olhos
Mas evolui, vira o vento
Que toca a face.

A essência de felicidade
Em cada amanhecer
Ao me lembrar de você.

Fecho a tampa
Uma última lágrima cai
E o relógio volta a bater...

Postagens mais visitadas deste blog

Sou apenas seu... Fã

Sou mais que seu amigo Sou seu anjo protetor Sou quem está a seu lado sempre Estando perto ou longe Torcer por seu sucesso E o quero e sempre vou fazer Pois pensamentos positivos são sempre bem vindos.
Este é meu destino, e assim que ganhaste minha amizade Não quero ser mais um colega em sua vida Quero ser apenas seu amigo.
Não faço isso para apenas chamar sua atenção E se sentir que sou merecedor Apenas feche os olhos e pense por um instante neste amigo. E saiba que estarei sempre aqui nestas palavras por que Sou apenas seu fã....
Sou apenas seu...fã


Imagem;  Child With Laptop by Alan Toniolo de Carvalho



“ Um dia vou te encontrar...

“ Já faz tanto tempo Que eu quase Atrevo-me a esquecer.
Doce lembrança Que em sonhos Faz-me mergulhar.
 Lembranças Que não sei se existiram Deixo-me levar Pelas ondas da esperança.
Por que a vida Tirou você de mim Por que teve que partir.
Um dia vou te encontrar Um dia você vai me reencontrar Não importa se irá demorar Eu quero te reencontrar Eu preciso.
Afinal, felicidade Que chega e depois  Vai embora Pode demorar  Mais um dia retorna Para nunca mais
 Partir novamente.


" Um dia vou te encontrar...

Ventos felizes

Amanheci feliz
É domingo de sol
Que aquece o meu pensar.Abro a janela
A porta e o pequeno portão da varanda
E recebo o vento de verão
Que parece ventos de outono.Que traz felicidade
Que alegra o coração
E o meu pensamento Sensação que nesta manhã chegou
Com o vento suave que pela casa passeia
Que bom!
São ventos felizes...