segunda-feira, 22 de novembro de 2010

"Desafios...


"Como um raio
Iluminando a escuridão
Feito brasa como o sol de verão.

Estarás por perto
Feito lagrima de trovão
Confundiras-te
Feito tormentas na imensidão.

Como sabes o que queres
Em tua imensa solidão
Não pensar, e não querer.

Um refugio pra buscar
Em um mar de solidão
Quando não houver mais solução.

De repente ira brilhar
Em teus olhos encantar
Nova força encontraras
Em meus braços vai sonhar.

Que um dia a escuridão
Nunca mais ira chegar
E um brilho de magia
Como um simples por do sol
Transformou meu coração
Em seu verdadeiro amor.

Ou quem sabe me sobrou
Uma amizade como flor
Feito anjo a voar
Para  sonhar agui estou...

Eu e minha máquina do tempo

São 16:45 no velho relógio de bolso É inverno em Londres Fria tarde de 1875. Dias que passam sem sol Apenas nuvens vem dançar Carr...