segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Entender



Pra dizer adeus
Prefiro esperar
E melhor acordar
Não quero adormecer
Pra chorar ou cantar
Vou sempre esperar
E melhor começar
Pra sempre entender
Pra tentar entender
E só acreditar
E melhor não querer
Desistir nunca mais
Se tentar entender e melhor esquecer
Basta acreditar e começar outra vez.


Eu e minha máquina do tempo

São 16:45 no velho relógio de bolso É inverno em Londres Fria tarde de 1875. Dias que passam sem sol Apenas nuvens vem dançar Carr...