segunda-feira, 9 de maio de 2011

“ Deixe-me sonhar...



“ Durante a noite
Contemplo céu estrelado
E uma estrela que parece
Que pisca para mim.

Estrela distante, espere
Quem sabe
Em sonhos um dia
Vou lá te encontrar.

Da janela do meu quarto
Uma visão especial
Feito uma tela
Uma obra de arte.

São assim as estrelas
Que todas as noites
 Fazem-me companhia.

Adormeço calmamente
 Foi meu dia especial
Embora na vida
Tenha problemas
E melhor esquecer
E me deixar levar pelos mistérios
 Dos sonhos e da emoção.

Afinal sonhar
É possível
Faço o que quero
Meu desejo
Torna-se realidade.

Por um momento
Perco-me em meus sonhos
Esqueço minha história
E começo uma nova jornada.

Avanço para meu mundo distante
Onde sou sonho, sou canção
Sou um barco que segue pelo mar.

Cada dia pode ser inesquecível
Cada gota de chuva que cai
Não me parecem mais lágrimas
Que um dia caíram dos meus olhos.

Não penso em tristeza
Sou mais um coração sonhador
 Que segue em direção
 Ao horizonte distante.

Deixe-me por um momento
Viver assim
Afinal meu sonho
Não dura tanto
Pelo amanhecer
 Tudo volta ao normal.

Sigo meu destino
Sou um ser humano
Que nesta vida ama, chora
Faz alguém feliz.

E que retira em cada dia
 As pedras pelo caminho
Para continuar esta caminhada
Até voltar a sonhar novamente.